Navegue in vitro

Cinema


Mostra de cinema na CAIXA Cultural Rio
homenageia os 90 anos de Eric Rohmer*

*
**Programação inclui **os dois últimos filmes do cineasta francês ainda
inéditos no Brasil***


A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta de 29 de março a 11 de abril a
Mostra *“O Cinema de Eric Rohmer”* que marca uma homenagem ao cineasta
francês falecido recentemente, em 11 de janeiro de 2010, aos 89 anos, e que
completaria 90 anos durante o evento, no dia 4 de abril. Nome central
da *nouvelle
vague*, ao lado de Godard e Truffaut, Eric Rohmer foi um dos maiores
cineastas de todos os tempos e também um dos mais brilhantes críticos de
cinema do século XX, tendo participado da revista *Cahiers du Cinema*, cuja
redação dirigiu entre o final da década de 50 e princípio da de 60.

A mostra propõe uma revisão de sua obra cinematográfica com a exibição de 27
filmes, entre curtas, médias e longas, além de dois documentários sobre o
cineasta. Da programação fazem parte os dois últimos filmes realizados por
Rohmer – “Agente Triplo” e “Os Amores de Astrée e de Céladon” – não exibidos
comercialmente no Brasil, além de exibições raras de curtas e médias como
“Nadja em Paris” e “Charlotte e seu bife. Dos 27 filmes, 21 títulos serão
exibidos em 35mm e 6 em DVD.

A abertura do evento será no dia 29 de março, no CINEMAISON, com o inédito
“Os Amores de Astrée e de Céladon”. Com um total de 34 sessões, os cinemas
da CAIXA exibirão, além deste, o também inédito “Agente Triplo”, entre
outros filmes fundamentais, como os seis títulos que compõem os “Seis Contos
Morais”, a saber, ”A Padeira do Bairro”, “A Carreira de Suzanne”, “A
Colecionadora”, “Minha Noite com Ela”, “O Joelho de Claire” e “Amor à
Tarde”, e os “Contos das Quatro Estações”, formados pelos filmes “Conto de
Primavera”, “Conto de Inverno”, “Conto de Verão” e “Conto de Outono”, todos
exibidos em película.

A mostra “O Cinema de Eric Rohmer” é uma produção do Cineduc – Cinema e
Educação, com curadoria de Alexandre Guerreiro e apoio da Cinemateca da
Embaixada da França no Brasil e CulturesFrance, e tem patrocínio da Caixa
Econômica Federal. O projeto foi aprovado no Edital 2010 da CAIXA Cultural.
Todo o valor arrecadado com ingressos será revertido para o programa Fome
Zero.



*SERVIÇO:*

*Mostra “O CINEMA DE ERIC ROHMER”*

*Local:* CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinemas 1 e 2
*Endereço:* Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
*Telefones:* (21) 2544 4080
*Datas:* de 29 de março a 11 de abril de 2010.
*Horários:* Sessões a partir das 14h30, de terça-feira a domingo.
*Lotação: *85 lugares, sendo 2 (dois) para cadeirantes
*Ingressos:* R$ 4,00 (Inteira) e R$ 2,00 (Meia)

Classificação: Consultar programação.

Acesso para portadores de necessidades especiais.

Programação completa: www.caixa.gov.br/caixacultural

**

*PROGRAMAÇÃO*

** ABERTURA - CINEMAISON, 29 de março, às 19h
*Av. Presidente Antônio Carlos, 58, Centro,
Tel: (21) 3974-6644 (www.cinefrance.com.br)
Distribuição de ingressos a partir das 17h (Entrada Franca)
Lotação: 320 lugares (com 1 para cadeirante)

*29/03 Segunda-feira
*19h – Os Amores de Astrée e de Céladon (DVD) 109’. 16 anos.

** CAIXA Cultural RJ – Cinemas 1 e 2*

*30/03 Terça        *
14h30 – O signo do leão (1959) (35mm) 102’.14 anos
16h30 – A Padeira do Bairro (1962) (35mm) 23’+ A Carreira de
Suzanne(1963)(35mm) 54’. 16 anos.
18h30 – Eric Rohmer, Provas de Apoio Aos 120'. Doc. (Direção: André S.
Labarthe, 1994) (DVD) 120’. 14 anos.

*31/03 Quarta*
14h30 – A Colecionadora (1967) (35mm) 89’. 14 anos.
16h30 – Minha Noite Com Ela (1969) (35mm) 85’. 16 anos.
18h30 – O joelho de Claire (1970) (35mm) 105’. 14 anos.

*01/04 Quinta
*14h30 – Amor à Tarde (1972) (35mm) 97’. 14 anos.
16h30 – A Marquesa d´O (1976)  (35mm) 100’. 14 anos.
18h30 – A mulher do Aviador (1980) (35mm) 106’. 14 anos.

*02/04 Sexta*
14h30 – Um Casamento Perfeito (1982) (35mm) 100’. 14 anos.
16h30 – Pauline na praia (1983) (35mm) 94’. 14 anos.
18h30 – Noites da Lua Cheia (1984) (35mm) 102’. 12 anos.

*03/04 Sábado
*14h30 – O Raio Verde (1986) (35mm) 98’. 12 anos.
16h30 – O Amigo da Minha Amiga (1987) (35mm) 103’. 12 anos.
18h30 – As 4 aventuras de Reinette e Mirabelle (1987) (35mm) 99’. 14 anos.

*04/04 Domingo*
14h30 – Conto da Primavera (1990) (35mm) 112’. 12 anos.
16h30 – Conto de inverno (1991) (35mm) 114’. 14 anos.

*06/04 Terça*
14h30 – A Fábrica do Conto de Verão. Doc. (Direção: Jean-André Fieschi,
2005) (DVD) 90’ + Charlotte e seu bife (1951) (DVD)12’ + Nadja em Paris
(1964) (DVD) 13’. 14 anos.
16h30 – Conto de verão (1996) (35mm) 113’. 12 anos.
18h30 – Conto de Outono (1998) (35mm) 112’. 12 anos.

*07/04 Quarta
*14h30 – O joelho de Claire (1970) (35mm) 105’. 14 anos.
16h30 – A Árvore, o Prefeito e a Mediateca (1993) (35mm) 105’. 14 anos.
18h30 – A inglesa e o Duque (2001) (35mm) 125’. 14 anos.

*08/04 Quinta
*14h30 – Noites da Lua Cheia (1984) (35mm) 102’. 12 anos.
16h30 – O Raio Verde (1986) (35mm) 98’. 12 anos.
18h30 – Minha Noite Com Ela (1969) (35mm) 85’. 16 anos.

*09/04 Sexta*
14h30 – Eric Rohmer, Provas de Apoio Aos 120'. Doc. (Direção: André S.
Labarthe, 1994) (DVD) 120’. 14 anos
16h30 – Agente Triplo (2004) (DVD) 104’. 16 anos.
18h30 – Os Amores de Astrée e de Céladon (2007) (DVD) 109’. 16 anos.

*10/04 Sábado
*14h30 – Pauline na praia (1983) (35mm) 94’. 14 anos.
16h30 – Amor à Tarde (1972) (35mm) 97’. 14 anos.
18h30 – Agente Triplo (2004) (DVD) 104’. 16 anos.

*11/04 Domingo
*14h30 – A Marquesa d´O (1976)  (35mm) 100’. 14 anos.
16h30 – A inglesa e o Duque (2001) (35mm) 125’. 14 anos.

"QUE VIVA MÉXICO!" (DIA 11/03/10, 18:30 h NA ABI-RJ)  
Essa é 0800!!

 
O Cineclube da Casa da América Latina
juntamente com a ABI
Apresentam:
Que Viva México!
Direção de Grigory Alexandrov e Sergei Eisenstein
1979, Rússia
Documentário 87 min.
Legendas em português
11 de março
quinta-feira
a partir das 18h30
na ABI
(Associação Brasileira de Imprensa)
Rua Araújo Porto Alegre, 71 - 7° andar
Centro (próx. ao metrô Cinelândia)

Sinopse: Depois de revolucionar a edição cinematográfica com as montagens de "O Encouraçado Potenkin" e "A Greve", o diretor soviético Sergei Eisenstein foi para Hollywood testar sua capacidade na Indústria Cinematográfica estadunidense. Eisenstein, Grigory Alexandrov e o diretor de fotografia Eduard Tisse, maravilhados com a etnia, geografia e a diversidade cultural mexicana, começaram a filmar um documentário altamente estilizado do povo e da sociedade volátil do México. Infelizmente, por problemas financeiros, o diretor não conseguiu editar o filme. Mas, em 1979, a partir de longas anotações, desenhos de próprio punho, e rigorosa orientação do mestre Eisenstein, Alexandrov conseguiu finalizar a melhor e definitiva versão e a mais próxima possível do projeto inicial. Que Viva México! é uma combinação brilhante: etnográfica, política, dramática e surrealista.

Após a exibição do filme, haverá debate.
Os 25 primeiros que chegarem terão direito a pipoca e guarana grátis!
Cortesia: Sindipetro-RJ

Apoio: ABI Associação Brasileira de Imprensa
Realização: Casa da América Latina

"Que Viva México!", de Grigory Alexandrov e Sergei Eisenstein
Documentário / 87 min. / 1979 / russo / legendas em português